Skip to main content

Nossos restaurantes preferidos em Paris

A fama de destino gastronômico de Paris é indiscutível. Por isso mesmo, às vezes é um pouco confuso escolher onde e o que comer. Uma oferta quase infinita de opções, preços antagônicos, armadilhas pega turista, muitos fatores podem levar ao erro. Após várias visitas à cidade, errando e acertando (por sorte mais acertando do que errando), compilamos uma lista dos nossos restaurantes favoritos de Paris, que sempre compartilhamos com amigos que estão de passagem pela capital francesa. A maioria dos restaurantes está localizada no Marais ou Republique, regiões onde costumamos nos hospedar. 

Café Charlot

Um dos favoritos da nossa amiga Marina, que acabou se tornando o nosso também. O menu é clássico executado à perfeição, sem grandes novidades. Bom para um almoço casual, um jantar especial, brunch aos domingos ou apenas para beber uma garrafa de vinho tinto nas mesas da calçada assistindo os parisienses passarem (um dos programas preferidos de boa parte da população da cidade). O final da noite também pode ser bastante animado, dependendo do dia. Os garçons são cool (e sabem que são) e arrogantes na medida certa, como já se espera na região. Fica em frente ao Marché des Enfants Rouges, que vale uma passada antes ou depois.

38 Rue de Bretagne

Marina no Café Charlot
Escargot no Café Charlot 

Bistrot Paul Bert

Este sempre aparece nas listas dos melhores lugares para comer em Paris, e não dá pra deixar de sugerir, porque realmente é um dos melhores. O menu do dia é enxuto e aparece em uma lousa na entrada, sendo mais acessível durante o almoço do que no jantar. A feira Marché d’Aligre ocorre ao lado nas terças, sextas sábados e domingos, onde você pode dar uma volta enquanto espera sua reserva. 

18 Rue Paul Bert

Magret de Canard no Paul Bert
Gougères no Paul Bert

Chez Janou

Não consigo sugerir um prato específico, pois gostei de tudo que já comi nas inúmeras vezes que visitamos esse restaurante. Ele é perfeito para um almoço descontraído, mas à noite, as luzes baixas e o clima sensual francês deixam qualquer date especial. O menu é especializado em pratos da Provènce, região no sul da frança.

2 Rue Roger Verlomme

Chez Janou
Moules gratinées do Chez Janou

Chez Jeannette

Acredito que este seja o restaurante que mais fomos em Paris. Não exatamente por ser o melhor, mas ele é bem versátil, bem frequentado e a comida é ótima, a qualquer momento do dia. Costuma ser bem animado e concorrido à noite, principalmente no verão, o clima fica quase de um bar, muita gente em pé dentro e fora do salão.

47 Rue du Faubourg Saint-Denis

Bouillon Chartier

Com três endereços em Paris, sugerimos o do Grands Boulevards. Amamos este restaurante pela comida boa e acessível (em comparação às outras sugestões), pelo ambiente deslumbrante e, principalmente, pelo serviço dos garçons de colete preto e avental branco, que parecem dançar pelo salão com destreza única. A conta escrita a mão na toalha de papel é uma das coisas mais charmosas que já presenciamos. Também vale mencionar que é um dos pouquíssimos restaurantes em Paris que abrem no domingo para o almoço.

7 Rue du Faubourg Montmartre

Bouillon Chartier Grands Boulevards
Conta escrita na mesa da Chartier

Le Servan

O menu é mais contemporâneo que nas outras sugestões, então tenha em mente que não encontrará pratos tradicionais, mas certamente terá uma das suas melhores refeições em Paris. É bem pequeno, então sugerimos fazer uma reserva com alguns dias de antecedência.

Menu sazonal do Le Servan
Menu sazonal do Le Servan

Les Parigots

Um bistrô perfeito para ir com um grupo de amigos para jantar e continuar noite adentro, naquela agradável confusão ordenada que só os parisienses sabem fazer. O serviço é surpreendentemente cordial, e a comida é saborosa e confortante. Tem um gatinho que fica passando pelos pés embaixo da mesa que dá um toque cinématique, bem Le Chat Noir.

5 Rue du Château d’Eau

Breizh Café

Apesar de ser uma rede, recomendamos fortemente que experimente os crêpes deste lugar, no estilo da Bretanha, com trigo sarraceno. É algo um pouco mais informal, perfeito para um almoço ou lanche da tarde. E vale a pena ir mais de uma vez, pois há uma infinidade de sabores para experimentar.

Vários endereços

Le Clown Bar

Este restaurante é muito bonito, classificado como monumento histórico, era o ponto de encontro de palhaços e artistas circenses no início do século XX. O menu é sazonal e bem contemporâneo, perfeito para quem gosta de se arriscar comendo um cérebro de vitelo, por exemplo.

114 Rue Amelot

Le Clown Bar 
Cérebro de vitelo no Le Clown 

Le Stella 

Um dos melhores lugares para comer frutos do mar em Paris. O ambiente, a comida e o serviço são meticulosos, tudo muito tradicional e com a excelência que se espera de um restaurante que existe há décadas na Avenue Victor Hugo. Fica perto do Trocadéro é um ótimo destino para escapar das hordas de turistas.

133 Av. Victor Hugo

Le Stella
Les plateaux du Stella

Chez Justine

É possível saborear pratos tradicionais aqui, mas, ao contrário de outras sugestões deste post, eles também servem pratos internacionais e uma pizza deliciosa. O ambiente é movimentado, um pouco barulhento, mas perfeito para reunir uma mesa de amigos.

96 Rue Oberkampf

Todas essas sugestões (com exceção do Bouillon Chartier) exigem reserva, normalmente feita por telefone. No entanto, se estiver passeando e perceber que está perto de algum deles, sempre vale a tentativa.

Abaixo nossa wishlist para conhecer na próxima ida a Paris: 

Algumas receitas francesas pra você se inspirar na sua cozinha:

Deixe um comentário