Skip to main content

Hummus (Pasta de Grão de Bico)

Esta é uma das receitas de um banquete árabe que fiz com uns amigos no reveillon desse ano, na Serra do Cipó, em Minas Gerais, em uma cozinha maravilhosa em um lugar incrível. Para ver as outras receitas e fotos que fiz por lá é só clicar aqui.

Hummus é uma pasta de grão de bico com tahine, e com certeza um dos pratos mais famosos e conhecidos da cozinha árabe/libanesa. Eu sou apaixonado! Depois que aprendi a fazer em casa, e vi o quanto é fácil, quero fazer sempre. Com os ingredientes à mão, em menos de 10 minutos você está com ela pronta para comer. Fica incrível como entrada, junto com pedaços de pão pita, pão sírio ou pão folha, mas também é um ótimo acompanhamento para outras entradas como bolinhos fritos, esfihas, quibes e até com uma salada, árabe ou não.

Hummus (Pasta de Grão de Bico)

Para facilitar, eu uso grão de bico já cozido, que vem em latas ou caixinhas. Caso você não ache, pode usar o grão de bico seco e cozinhar conforme as instruções da embalagem.

Ingredientes

  • 1 lata/caixa de grão de bico cozido ou 1 xícara de grão de bico cru
  • 2 dentes de alho
  • 2 col. de sopa de tahine (pasta de gergelim)
  • 1 limão tahiti
  • ½ col. de chá de sal
  • 1 pitada de pimenta do reino
  • 1 col. de sopa de azeite de oliva e mais um pouco para servir
  • Escorra a água do grão de bico, mas reserve pois você irá usá-la. Descasque os dentes de alho.
  • No processador de alimentos ou no liquidificador, adicione o grão de bico, os dentes de alho, o tahine, o suco do limão, o sal, a pimenta do reino, uma colher de sopa de azeite de oliva e metade do líquido que você reservou da conserva do grão de bico.
  • Bata um pouco e vá adicionando mais água, até que o necessário para obter uma pasta lisa e com uma consistência nem muito líquida e nem muito dura (não tem certo e errado aqui, faça como preferir). Prove para ver se precisa de mais tahine, limão, sal ou pimenta.
  • Transfira para uma tigela e guarde na geladeira até a hora de servir, por até dois dias. Quanto mais tempo esperar mais gosto de alho ela terá.
  • Regue com uns fios de azeite de oliva e sirva com Pão Pita ou outro tipo de pão.
Imprimir

3 Comentários

  • Cleiton Fernandes disse:

    Homus é também uma das minhas paixões. Sabia que no Líbano ele é servido quente, como prato principal? Fui criado em meio a uma comunidade de libaneses e, acredite, o homus é quase uma religião pra eles. Os mais antigos da comunidade descascam o grão de bico depois de cozido, pra que desse modo de obtenha uma pasta ainda mais lisa, mas com processadores e liquidificadores mais modernos e potentes, eu acho isso dispensável. Nas minhas mãos ele ganhou o adicional da cebola, que eu não coloco crua: corto em julienne e passo 5 minutos pela freigideira. Assim ela transpira, não solta seu líquido no homus e também fica ais suave ao paladar.

    • dalbo disse:

      Oi Cleiton. Que demais. Sabia que o homus era bem importante para os libaneses mesmo, mas não sabia que era servido como prato principal e quente. Já descasquei os grãos de bico também, mas nem senti muita diferença mesmo, e é beeem trabalhoso né. Na próxima vez vou testar a sua receita com cebola. Abração, Angelo 😉

Deixe um comentário