Skip to main content

A convidada de hoje do Cozinha Dal Bó é ninguém mais ninguém menos do que uma das pessoas que divide a cozinha comigo todos os dias: minha roommate Cynthia. E a receita dela é esse verdadeiro banquete mineiro.

A Cynthia trabalha com mídias sociais e produção. Além de ser musa do instagram, famosa no rap e cozinheira de mão cheia. E muito mais do que isso também. A Cyn é minha companheira do dia a dia, que assiste novela comigo, me ajuda como assistente quando o Cozinha Dal Bó decide montar uma banquinha e me acalma quando eu fico desesperado que não vou dar conta de tudo que tenho que cozinhar.

É ela (junto com a Marina) que sofre com a minha invasão constante e minha bagunça permanente na cozinha aqui do apartamento, mas também aproveita a comilança depois, mesmo reclamando que vai engordar (o que acho que nunca vai acontecer porque ela é magra de ruim).

Mineira em todos os sentidos, como na fala com seus uais e trens, e nos gostos com muita pimenta, cerveja e pinga. E muita comida mineira também. Com ela que eu aprendi a comer quiabo, que eu conheci jiló, e mais um tanto de outras coisas que não faziam parte da minha realidade. Por isso que há tempos estava querendo que ela fizesse um almoço mineiro bem típico para o blog, e finalmente ela fez. Frango com Quiabo, Angu, Jiló e Couve, e pra beber pinga e cerveja, bem como manda a tradição. Tudo maravilhoso, bem temperado, bem caseiro e bem do jeito que a mãe dela faz. Pois foi com a mãe que ela aprendeu a cozinhar tudo isso, além de um monte de outras receitas mineiras que eu tô louco pra que ela me ensine também. Mas a Cyn só se aventurou na cozinha de verdade depois que teve que se virar sozinha e cozinhar pra ela mesmo, quando se mudou pra São Paulo. Aí que começou o curso de culinária mineira por telefone com sua mãe. E valeu a pena, porque  ficou, como ela mesmo fala, Nuh! Bom demais!

Brigado Cyn <3

Deixe um comentário