Skip to main content

Tzatziki – Molho Grego de Iogurte e Pepino

Nome estranho, engraçado de falar, mas fácil de fazer e delicioso de comer. O Tzatziki é um prato bem tradicional e típico da culinária Grega, com uma base de iogurte, pepino e alho, e outros adicionais. Conheci o Tzatziki visitando alguns restaurantes gregos na cidade, normalmente servido como parte do couvert, e sempre achei algo maravilhoso. Refrescante pelo iogurte e pelo pepino, mas também meio ardido pelo alho.

Além de gostoso, por causa dessa receita aprendi uma coisa incrível: como fazer seu próprio iogurte grego! Já havia tentado reproduzir o tzatziki em casa algumas vezes, mas eles sempre ficavam muito aguados. Até que descobri que a culpa era do iogurte, estava usando simples iogurte integral ou desnatado, e eles não tem a consistência dos gregos. E os “iogurtes gregos” vendidos nos supermercados, que estão na moda agora, são muito adoçados, e por isso não servem. Então aprendi como fazer meu próprio iogurte em grego, e é fácil. Basta “coar” o iogurte e deixar a água/soro dele sair. O resultado é um iogurte extremamente denso e menos ácido. Vale a dica também pra quem gosta desse tipo de iogurte: faça em uma quantidade maior, guarde na geladeira e coma como quiser.

Voltando ao Tzatiki, é uma receita muito fácil, rápida de ser feita, e extremamente interessante para se servir em festas ou qualquer outro encontro ao redor da mesa. Os usos são bem versáteis:

_Como entrada, com pão sírio torrado ou outra torrada
_Como acompanhamento de filés de peixe ou de frango
_Como molho/tempero de salada
_E por aí vai…

Tzatziki
rende 1 xícara

O Dill (ou Endro) na receita é opcional, algumas receitas clássicas gregas não levam ele, ou pode também ser substituído por hortelã também. Mas eu aconselho usar, se conseguir, o gosto dele é um toque bem especial ao prato e deixa ele mais bonito.

Ingredientes
2 potes de iogurte natural/integral
1 pepino
1 dente de alho, ralado em um ralador fino
suco de meio limão siciliano
1 punhado de dill, picado
1 col. de sopa de azeite de oliva

Em um coador de café com filtro, despeje os potes de iogurte, coloque em cima de uma xícara ou copo e leve à geladeira por 1 ou 2 horas. Quanto mais tempo, mais consistente.

Rale o pepino com um ralador grosso, tempere com uma pitada de sal e coloque sobre uma peneira. Deixe por uns 10 minutos, ele irá soltar muito água, vá espremendo ele de pouco em pouco.

Em uma tigela, misture o iogurte grego, o pepino ralado, o dill picado, o dente de alho ralado, o suco de meio limão siciliano e o azeite de oliva. Misture tudo e leve a geladeira por um tempo, quanto mais tempo deixar, mais acentuado estarão os sabores (tem muita gente que até prefere no dia seguinte). Sirva como preferir.

12 Comentários

  • Plinio Pecly disse:

    Nesta receita, o pepino usado é do tipo “japonês” ou o tradicional também serve?

  • Ana Flávia Insfran disse:

    O suco de limão é adoçado ou não?

    • dalbo disse:

      Oi Ana Flávia. Não é adoçado não. É suco natural da fruta mesmo 😉

  • Ana Cecília disse:

    O limão tem q ser siciliano ou pode ser normal?

    • dalbo disse:

      O ideal é fazer com o siciliano mesmo Ana. É mais suave e mais original da Grécia. Mas se não conseguir o siciliano pode usar o tahiti também. 😉