Skip to main content

Ainda na minha última viagem ao sul, além de registrar a Festa de Torino, tive outro prazer: registrar uma tarde de “confecção” de Capeletti. Alguns kilômetros de distância do salão paroquial de Torino, fica a casa da Dona Eva, que faz capeletti com suas irmãs. Quem me convidou para participar foi uma de suas irmãs, Nona Odila, que também é avó da minha prima e prima da minha avó, por isso chamo de Nona também (parece confuso mas é isso mesmo, no interior da serra quase todo mundo é parente). Junto de Eva e Odila, ajudaram também a sobrinha Neide, além de outra irmã, a Natalina. Além das nonas com a mão na massa, aproveitei para mostrar um pouco também os arredores da casa e um pouco dessa realidade que faz parte da minha infância.

Capeletti (ou Agnoline para alguns) para quem não sabe é essa massa recheada de carne com formato de um chapeuzinho (que é exatamente o que significa capeletti em italiano). Essa é a sopa clássica da Serra Gaúcha, servida em quase todos os restaurantes, cantinas e cozinhas de todas as casas da região, principalmente no inverno, claro.

Eva e suas irmãs fazem capelettis não como um trabalho fixo ou em grandes quantidades, e sim apenas encomendas pequenas, para alguns poucos restaurantes e familiares/conhecidos. O que deixa tudo ainda mais especial e com muito mais cuidado, dedicação e atenção. Fazer capeletti é uma arte, uma tradição e um trabalho árduo, foram horas e horas e a quantidade de capeletti parecia não aumentar. Além de conseguir ver de perto esse momento tive a alegria de fechar meus próprios capelettis. Uma experiência gastronômica que vou levar pra vida.

Trouxe para São Paulo um pouco e fiz uma bela sopa. O caldo foi com a consultoria da minha vó, que já cozinhou pra mim aqui. Não ficou exatamente igual ao dela, porque comida de vó não é fácil de copiar, mas ficou excelente! Aconselho a todo mundo tentar fazer em casa.

5 Comentários

  • Didi Brilmann disse:

    oi,
    Tu tentou fazer os capelettis? Será que pode passar a receita – por favor?

    • dalbo disse:

      Oi Didi. Infelizmente não tenho a receita dos capelettis. Mas um dia ainda vou fazer um caseiro bem gostoso e posto aqui.

  • Simone disse:

    Bom Dia,
    Poderia postar a receita do recheio?
    Ganhei minha máquina de macarrão de dia das mães. Já fiz reginelli… talharim… lasanha…
    Mas ainda não me aventurei pelos Capelettis e Raviollis por falta de um recheio que realmente me chamasse a atenção.
    Obrigada.

    • dalbo disse:

      Oi Simone. Infelizmente não tenho a receita do recheio. É tudo feito tão a olho pelas Nonas que é difícil de conseguir anotar viu? Mas estou pensando em fazer um post especial com a receita do recheio, assim que conseguir uma receita boa. Fica de olho que uma hora aparece por aqui. Beijo!

Deixe um comentário