Skip to main content

Esta é a Cozinha da Maeda, e também do Paulo e do Antonio.

Há quatro anos considero eles a minha família adotiva de São Paulo, e por isso é um prazer e uma alegria mostrar um pouco dessa história aqui.

Maeda é planejadora, pesquisadora e contadora de histórias. Paulo é animador e dono da Birdo, studio de animação. Juntos eles têm o Antonio, ou Antoninho, Sapi, Pili, Pilili, Ogrício entre outros apelidos. E moram todos nesse apartamento em São Paulo, nos Jardins.

O apartamento é lindo, os móveis são lindos, os objetos são lindos, mas a atração da casa para mim é o balanço no meio da sala. O sonho de toda criança, pequena ou grande, e meu assento preferido no apartamento.

A Maeda nunca se interessou muito pela cozinha, pra falar a verdade. Mas o que dizem por aí é verdade, filho muda tudo, e assim que o Antonio começou a comer comida de verdade, ela sentiu vontade de começar a cozinhar para ele. E entre papinhas, carninhas e ovinhos mexidos, ela aprendeu a fazer essa receita que ela me ensinou: o Bolo Toalha Felpuda (ou Felpooda como a gente gosta de falar), um bolo de coco gelado, e bom pra caramba.

A história por trás dessa é uma bela história de cozinha. Na infância da Maeda, lá em Goiânia, a grande moda nas festas infantis era as mães aprontarem um grande bolo de isopor, uma espécie de caixa “fantasiada” de bolo toda decorada, e esconder dentro dela pequenos pedaços de bolo de coco gelado, embrulhados em papel alumínio.

E assim que foram acontecendo os primeiros mesaniversários do Antonio, ela começou a pesquisar receitas para aprender e ir testando para fazer no seu aniversário de um aninho (mas no fim quem fez o bolo fui eu, e foi esse aqui).

Mas eis que quando ela estava ainda em busca da receita, ela começou a procurar também algumas babas para o Antonio. E um dia ela conheceu a Jack, que na primeira conversa falou que sabia fazer um Toalha Felpuda ótimo. E foi assim (não só por isso, é óbvio) que ela virou a babá do Antonio, e ensinou essa receita pra Maeda.

Deixe um comentário